Destaque

O início de tudo…

Bem-vind@s ao “Solta no mundo blog” …

      Me chamo Samara, sou assistente social, brasileira, nordestina que ama explorar novos lugares, conhecer novas pessoas e se jogar no mundo. Há algum tempo pensei em criar um blog para compartilhar experiências de viagens com quem assim como eu ama viajar. Então a partir da realização da viagem da minha vida, ocorrida em junho de 2016 com destino a Itália, país dos meus eternos sonhos, resolvi iniciar esse projeto e compartilhar meu sonho com todos os que por aqui forem chegando. Benvenuti a tutti quelli come me/ Bem-vindos todas aqueles como eu 😉

20160623_124257 Continuar lendo “O início de tudo…”

Itália mia … Finalmente o sonho se realizou!

Ah Itália !!! Quanto sei bella !!!

      Desde criança que tenho uma inexplicável admiração e encantamento por esse país tão distante de mim fisicamente, mas sempre perto do coração. Durante toda a minha vida alimentei esse sonho de conhecer a Itália e finalmente o grande dia chegou. E como chegou? Bom, esse é um detalhe super especial rs rs rs .  Como sou apaixonada pela Itália, virei super fã da cantora italiana mais famosa no mundo, sim, ela mesma, Laura Pausini, aquela que canta “La Solitudine’ rs rs e junto com  4 amigas, também fãs da Pausini, decidimos viajarmos juntas para a Itália para acompanhar a Tour “Pausini Stadi” ocorrida em junho de 2016 nos Estádios San Siro em Milão, Stadio Olimpico de Roma e Stadio della Vittoria em Bari, dos 3 concertos fomos a 2 (San Siro e Olimpico). Enfim, esse foi o motivo em comum que reuniu um grupo de 5 amigas a realizarem juntas um grande sonho na Itália. Assim, montamos nosso roteiro para acompanhar os shows e desfrutar de todos os encantos que a Itália tem a oferecer. Foram 23 dias inesquecíveis vividos intensamente com muita aventura e emoção.

20160601_105828
Chegada no Aeroporto Malpensa – Milano

 

      Partimos de Fortaleza com destino a Milão, onde foi o primeiro show da Tour “Pausini Stadi” . Nosso roteiro além de Milão, incluiu: Verona, Veneza, Roma, Florença e Pisa. Nos próximos posts , falarei um pouquinho de cada lugar por onde passei. Mas nosso ponto de apoio foi numa pequena cidade ou “piccolo paese’ (como falam os italianos) chamada “Pizzighettone“, uma comuna italiana localizada na região da Lombardia, província de Cremona, com cerca de seis mil habitantes, conhecida como “La città murata”( A cidade murada), pois a cidade é toda cercada de muro, foi uma fortaleza militar no século XIX.

      Mas porque Pizzighettoneeee? Gente, nem os italianos sabiam da existência desse lugar kkkk . Por alguns motivos pessoais ficamos hospedadas num apartamento nessa cidadezinha muito charmosa, distante a 68km de Milão (1h05 de trem) , existem duas pequenas estações de trem em Pizzighettone ( Ponte D’Adda e Gera), mas tivemos muitos contratempos referentes ao deslocamento, o trem era o nosso único meio de transporte para ir até Milão, o problema era a pouca disponibilidade de horários, não foi tão fácil, mas foi muito divertido e tudo como tinha que ser, pois nossa viagem foi aventura total e  apesar dos contratempos, valeu a pena descobrir Pizzighettone, tivemos a oportunidade de vivenciar a Itália como se fôssemos verdadeiras italianas ( hahahaha)  e esse pra mim, é o principal sentido em conhecer novos lugares, novas culturas, vivê-las intensamente acompanhando a rotina do lugar.

      Os moradores de Pizzighettone são tranquilos e gentis, não tivemos dificuldades em nos adaptar a rotina tranquila da cidade, chegamos no feriado da República ( Festa della Republlica Italiana), a Proclamação da República Italiana, um feriado nacional comemorado anualmente no dia 2 de junho. A cidade estava alegre, pessoas de todas as idades caminhando sobre a ponte do Rio Adda, pedalando (italianos utilizam bastante a bicicleta) e por todas a ruas que passávamos tinha uma bandeira da Itália estendida sobre a janela. Acho lindo esse espírito patriota que o povo italiano tem.

 

     Penso que vale a pena um post especial de Pizzighetone hehehehe , o lugar é pacato mas como tudo na Itália é repleto de história pra contar.  Nossa “Piriguetona” deixou saudades, esse foi um apelido carinhoso que colocamos para esse lugarzinho especial que foi nossa morada na Itália.